Gestão Municipal entrega Atendimento Exclusivo para Pacientes com Síndrome Gripal na Urgência 24h

28/05/2020 - 17:14 Atualizado há 1 hora



A Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, entregou o Atendimento Exclusivo para Paciente com Síndrome Gripal, localizado na Urgência 24 do bairro Eduardo Gomes, na última terça-feira (12). O espaço é composto por dois contêineres (um para atendimento e outro para higienização dos profissionais de saúde) e 14 leitos para observação, que poderão ser transformados em leitos de internamento a depender da sobrecarga da rede hospital.

 

“Saio daqui extremamente satisfeito. Montamos uma estrutura que não deve a lugar nenhum do Nordeste. Portanto, foi um trabalho excepcional da nossa Secretaria Municipal de Saúde. Quero agradecer a todos os profissionais e a Secretária por todo esse trabalho, que eu sei que foi extenuante, mas que a gente chega como está de forma brilhante.”, elogiou o Prefeito Marcos Santana.

 

Com base nas orientações do Ministério da Saúde, o atendimento seguirá conforme Fluxograma para atendimento e detecção precoce de COVID-19 em pronto atendimento. A medida se faz importante para minimizar o fluxo de circulação e possível cruzamento entre pacientes com sintomas respiratórios e os demais pacientes.

 

“Embora a gente tenha preparado esse espaço com todo o carinho, com toda atenção, com toda a estrutura necessária para atender os nossos pacientes, esperamos que esse espaço seja pouco utilizado pela nossa população. A gente vem fazendo um trabalho de sensibilização da população para que todo mundo fique em casa, para que não adoeça, não agrave e não precise de suporte hospitalar. Mas, entendo, nós como responsáveis pela população, pela condição de saúde de nossos munícipes. Estamos preparados para acolher as demandas e atendê-los, se assim necessitarem.”, declarou a Secretária Municipal de Saúde, Fernanda Santana.

 

O atendimento inicial ocorre no contêiner, onde equipe formada por médico e enfermeiro realizará a consulta. Caso os sintomas sejam definidos como Síndrome Gripal, o paciente recebe as orientações de acordo com o nível de gravidade de cada caso, com a possibilidade de três opções: isolamento domiciliar, sala de medicações ou observação clínica.

 

A Gestão Municipal também se preocupou com a segurança dos profissionais de saúde. Além de ofertar Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs), como orienta o Ministério da Saúde, foi disponibilizado “caminho” de paramentação e desparamentação com portas separadas e um contêiner para higienização.

 

Fotos: Dani Santos e Heitor Xavier