Gestantes e puérperas devem apresentar prescrição médica para receber a vacina contra a covid-19

19/07/2021 - 14:56 Atualizado há 1 hora



Uma recomendação do Ministério da Saúde, através da Nota Técnica nº 651/2021, indica que as gestantes e puérperas devem apresentar prescrição médica indicando a aplicação da vacina contra a covid-19 para poderem se imunizar.

 

A secretaria de Saúde de São Cristóvão reforça, portanto, a necessidade dessa avaliação médica, que é individualizada para cada mulher deste público. Ou seja, as gestantes e puérperas (com ou sem comorbidades) precisam passar por avaliação de seu médico (a) antes de receber o imunizante, e apresentar a prescrição autorizando sua vacinação contra a covid-19 no dia e local da vacinação.

 

 

Vale lembrar que somente serão vacinadas as gestantes ou puérperas que apresentarem a autorização médica liberando a vacinação junto aos documentos de identidade e comprovante de residência de São Cristóvão.

 

 

 

Gestantes e puérperas que já tomaram a Astrazeneca

 

O Ministério da Saúde contraindicou em maio a vacina da Astrazeneca para este público,

mas as mulheres que já tomaram a primeira dose desta vacina devem aguardar a finalização do período da gestação e puerpério (45 dias após o parto) para receber a segunda dose e assim completar o esquema vacinal. Atualmente as vacinas liberadas para gestantes e puérperas são as CoronaVac e Pfizer.

 

 

Confira os locais de vacinação do município, de segunda a sexta das 9h às 12h e das 13h às 16h:

 

- UBS Masoud Jalali (Rosa Elze);

- UBS Mariano Nascimento (Rosa Maria); lá

- Escola Glorita Portugal (Eduardo Gomes);

- UBS Jairo Teixeira (Centro);

- UBS Irônia Maria Aragão (Romualdo Prado);

- UBS Sinval José de Oliveira (São Gonçalo);

- UBS Raimundo Aragão (Divineia);

- CAPS Valter Correia (Alto da Divineia);

- CAPS João Bebe Água (Rosa Maria).

 

Foto: Dani Santos