Fasc: The Baggios está entre as atrações confirmadas para edição de 50 anos do evento

30/08/2022 - 18:05 Atualizado há 23 horas



The Baggios é mais uma atração confirmada para a 37ª edição do Festival de Artes de São Cristóvão (Fasc). Colecionando elogios pelo mundo nos últimos anos como uma das mais inventivas da atualidade, a banda sancristovense se apresentará na edição que celebra os 50 anos do evento, e que acontece de 01 a 04 de dezembro. Além deles, também já estão confirmadas as apresentações de Gal Costa, Emicida e Hiran.

 

Criada em 2004, pelo guitarrista Júlio Andrade, hoje acompanhado por Gabriel Perninha, na bateria, e Rafael Ramos nas teclas, a banda traz  timbres clássicos e mescla de forma ímpar, riffs blueseiros com o peso do rock setentista e a música brasileira. Com cinco álbuns, quatro EP’s e um dvd ao vivo na bagagem, o The Baggios foi indicado ao Grammy Latino duas vezes na categoria “Melhor álbum de Rock ou música alternativa”, em 2017 o álbum “Brutown” e em 2019 com “Vulcão”. Ambos os trabalhos marcaram presença nas principais listas de melhores discos pela crítica especializada. 

 

Em 2010, a banda ganhou o prêmio nacional da ARPUB (Associação das Rádios Públicas do Brasil) com a música “Em Outras”. Em 2016, The Baggios foi uma das atrações do Festival Lollapalooza. Nesses quinze anos de carreira, suas turnês passaram por mais de 50 cidades brasileiras, pelos Estados Unidos, Canadá, México e por mais 23 cidades da Itália, França e Suíça.

 

 A banda vem se apresentando nos principais festivais do país, como Virada Cultural de São Paulo, Festival Porão do Rock, Porto Musical, Psicodália, Rec Beat, Bananada, além de ter se apresentado em lugares consagrados como Auditório Ibirapuera, Circo Voador e Sesc Pompeia.

 

Para o Festival de Artes de São Cristóvão (Fasc) deste ano, a banda traz o show em que se debruça sobre o "Tupã-Rá", quinto álbum de estúdio do The Baggios, e que recentemente foi apresentado em 25 shows de sua turnê na Europa, passando por cidades da Itália, França, Inglaterra e Suíça. 



O Festival

 

Promovido pela Prefeitura de São Cristóvão, o Fasc celebra neste ano 50 anos de história, diversidade e resistência. O Fasc foi iniciado em 1972, e serviu de palco para grandes artistas sergipanos e nacionais, para que pudessem expressar suas produções artísticas nas mais diversas modalidades. O evento foi descontinuado em 2005 e retornou em 2017 resgatando a proposta dos antigos festivais e reacendendo a programação cultural da Cidade Histórica. Em 2022, dois anos após pausa por conta da pandemia de Covid-19, o Festival retorna ao formato presencial e promete ser o maior de todos os tempos, trazendo grandes nomes da cultura local e nacional.

 

A expectativa é que mais de 30 mil pessoas circulem diariamente pelas ruas históricas e por sua praça patrimônio da humanidade, ambas chanceladas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e pela Unesco, respectivamente. Ao todo serão 15 locais preparados com toda estrutura necessária para receber as apresentações e o público na Cidade Mãe de Sergipe. 

 

Apresentações teatrais, dança, música, além de debates literários, feiras gastronômicas e de artesanato, palestras, oficinas e exposições farão parte da programação que será distribuída em locais públicos, organizados de forma a garantir acessibilidade e sustentabilidade gratuitamente em todo o Centro Histórico e outros pontos da cidade.

 

Foto: Marcelinho Hora