Exposição “Elas Inspiram” aporta na Secretaria Estadual de Inclusão e Assistência Social

23/03/2021 - 13:52 Atualizado há 12 horas



A exposição “Elas Inspiram” cruzou os muros sancristovenses e está montada dentro da Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (Seias) para visitação do público, gratuitamente, em Aracaju. A mostra, que na verdade faz parte da campanha audiovisual de valorização das mulheres de São Cristóvão, conta a história de 10 personagens do cotidiano da cidade, celebrando a diversidade e o protagonismo feminino. Foi justamente essa diversidade que acabou chamando a atenção da Coordenadoria Estadual de Política para Mulheres, e desta forma aconteceu a montagem da exposição dentro de um órgão público sergipano.


A exposição, que foi Idealizada pela equipe da Secretaria de Assistência Social e do Trabalho de São Cristóvão (Semast), foi consequência de um vídeo produzido para celebrar o Dia Internacional da Mulher, lançado no início de março. “Essas mulheres são referências em suas comunidades, elas têm um poder de articulação e de afetividade muito significativos, e conseguem através dos seus trabalhos e cuidado inspirarem outras pessoas. As personagens, que fazem parte desta campanha (e exposição), são mulheres que a gente conhece. Elas fortalecem outras mulheres com suas histórias de vida”, disse a secretária da Semast, Lucianne Rocha.

 

Segundo explicou a assessora técnica de política para mulheres da Seias, Érika Leite Santana, a ideia de levar a exposição para Aracaju partiu da Coordenadoria de Política para Mulheres do Estado numa parceria com a Coordenadoria de Mulheres de São Cristóvão. “Temos o objetivo de que as pessoas que transitam pela Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social e quem trabalha diretamente com políticas públicas diretamente voltadas para as mulheres possam ver o quanto essas mulheres (sancristovenses) inspiram todas nós”, frisou.

Erika ainda relatou que ao montar a exposição “Elas Inspiram” dentro da Seias, o efeito da mostra começou a tocar até mesmo as funcionárias. “Uma funcionária nossa nos contou que se sentiu muito inspirada pela história de Josefa Bispo, que é uma senhora que aos 73 anos se tornou universitária. Ela disse que relato de dona Josefa, dentro da exposição, a tocou profundamente, principalmente pelo fator idade. Nossa funcionária contou que não se sentia capaz de realizar algumas coisas por conta de sua idade, que não se via mais sonhando e Dona Josefa a inspirou a dar continuidade ao sonho dela que é dirigir”, contou Érika.

 

A exposição ficará até o final de março dentro do prédio da Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social, que fica localizada na rua Santa Luzia, n º 680, bairro São José. O acesso é gratuito.

Lucianne Rocha

 

Érika Leite Santana

 

 

Fotos: Heitor Xavier.