ETA do Rio Comprido: água de qualidade e abastecimento regular para mais de 30 mil pessoas

06/01/2021 - 14:23 Atualizado há 2 dias



Em continuidade a obra de reativação da Estação de Tratamento de Água (ETA) do Rio Comprido, localizado no povoado Rita Cacete, a Prefeitura de São Cristóvão e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) estão realizando paralelamente a instalação da nova rede elétrica e mecânica da Estação. Através do serviço, mais de 30 mil sancristovenses passarão a ter água de melhor qualidade em suas torneiras.

 

A obra beneficiará os moradores que residem na ‘Cidade Baixa’ do município, garantindo o abastecimento regular na região. Serão atendidos locais como: Divineia, Colônia Miranda, Rita Cacete, Avenidas Irineu Neri e Lourival Batista. O investimento é de R$ 300 mil, oriundo de emenda do senador Antônio Carlos Valadares.

 

Novo sistema de energia está sendo instalado

 

De acordo com o diretor-presidente do SAAE, Carlos Melo, 60% do que diz respeito ao novo sistema de energia elétrica já foi concluído. “A parte elétrica estava toda fora dos padrões. Agora temos uma nova subestação e neste momento as equipes estão fazendo a composição dos novos comandos, dos novos quadros elétricos. A previsão é finalizar em 15 dias essa etapa. Também estamos fazendo paralelamente a parte mecânica, com a manutenção dos registros”, explica Carlos.  

 

Segundo Carlos, antes da gestão de Marcos Santana, a Estação de Tratamento funcionava de maneira precária, apenas com uma bomba. “Quando nós assumimos só tinha uma bomba e ela não garantia o funcionamento do sistema. Hoje nós temos mais duas, sendo que uma delas já foi montada. Agora nós iremos colocar a Estação para funcionar de maneira efetiva, garantindo abastecimento regular e água de qualidade para os moradores”, enfatiza o diretor-presidente do SAAE.

 

Carlos Melo, diretor-presidente do SAAE

 

Aviso

 

A Prefeitura de São Cristóvão e o SAAE informam que, em razão das montagens dos equipamentos para o funcionamento dos novos sistemas, algumas interrupções no abastecimento de água ocorrerão nos próximos 15 dias na região atendida pela Estação de Tratamento. A recomendação é que a população mantenha os reservatórios cheios para garantir o abastecimento nas residências.

 

Fotos: Dani Santos