Equipe do ProjetarSE visita pontos turísticos de São Cristóvão

01/09/2021 - 17:14 Atualizado há 2 horas



Identificando possíveis espaços com turísticos dentro do município. Com esse foco, a equipe do ProjetarSE passou a manhã desta quarta-feira, 01, sondando áreas que dialogam diretamente com os moradores, e ao mesmo tempo servem também de base turística para o município. Recepcionando o grupo, a diretora-presidenta da Fundação de Cultura e Turismo João Bebe-Água (Fumctur), Paola Santana, e o secretário municipal de infraestrutura, Júlio Junior e o arquiteto da Seminfra, Edílio Lima.

 

 

Marcando uma parceria Governo do Estado e Grupo Banese (através do Instituto Banese), o ProjetarSE funciona como uma assessoria técnica gratuita voltada para análises de espaços públicos, captação de recursos e prestações de contas, colaborando assim com municípios sergipanos que tenham possibilidades dentro deste contexto. “Estamos em São Cristóvão identificando áreas para criarmos o primeiro produto aqui com apoio do ProjetarSE. Neste momento estamos conferindo um terreno (no perímetro urbano do Centro Histórico), a Rodoviária (e região), o Mercado Municipal e vamos também a uma praça no bairro Rosa Elze. Ainda é um processo de sondagem, para na sequência fazermos as avaliações necessárias, e entregarmos assim as possibilidades de projetos”, informou a diretora técnica em arquitetura, urbanismo e engenharia do ProjetarSE, Dayse Araújo.

 

 

 

Paola Santana explicou que a Prefeitura de São Cristóvão está totalmente apta a fazer essa parceria com o ProjetarSE. “A intenção é criarmos espaços que remetam à memória de nossa cidade, de nossa gente e que dialoguem, de forma prática, com o cotidiano das pessoas, trazendo mais visibilidade para São Cristóvão, fomentando o turismo e contribuindo com nossos agentes culturais”, pontuou a Fundação de Cultura e Turismo João Bebe-Água (Fumctur).

 

 

 

ProjetarSE

 

 

O ProjetarSE surgiu da necessidade de resolver as dificuldades enfrentadas pelos municípios na gestão de obras públicas. Realizado pelo Instituto Banese, vem ajudando gestores municipais na elaboração de projetos, desde o fomento à captação de recursos até a prestação final de contas das obras assessoradas.

 

 

“Esse projeto vem gerar desenvolvimento, que é um dos pilares do Banese. O Banese faz 60 anos neste ano, o Instituto Banese faz 10 anos junto com o Museu da Gente Sergipana, então além de comemorar, o Grupo Banese dá de presente ao estado de Sergipe um projeto estratégico. Tudo é gratuito, o investimento é todo feito pelo Grupo Banese e entendo que será um marco na gestão pública de Sergipe”, complementou o diretor-superintendente do Instituto Banese, Ézio Déda.

 

Fotos: Dani Santos.