Elas inspiram: eventos em São Cristóvão promovem reflexão sobre o dia Internacional da Mulher

09/03/2022 - 12:25 Atualizado há 9 horas



Na manhã de ontem (08), no Paço Municipal, a equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho (Semast) reuniu as profissionais atuantes na pasta para uma celebração ao Dia Internacional da Mulher. Foram realizadas diversas dinâmicas e um momento de reflexão, onde elas puderam relatar suas vivências e assim inspirar as companheiras de trabalho.  A ação integrou o projeto “Elas Inspiram”, que desde o ano passado vem ocorrendo no município com intuito de referenciar todas as mulheres que tem atividades relevantes São Cristóvão.

 

 

 

 

“O projeto continua em nosso território, onde nós encontramos mulheres que podemos potencializar, que já inspiram sua própria comunidade. Aqui nessa atividade nós temos mulheres que inspiram dentro da Semast, que todos os dias dão um pouco da sua força e sensibilidade às famílias e usuários mais vulneráveis, e precisam ser valorizadas pois possuem um trabalho de extrema relevância”, declarou a secretária da Semast, Lucianne Rocha.

 

 

Prefeito Marcos Santana e vice-prefeito Paulo Júnior prestigiam evento da Semast

 

 

Já durante a tarde, a secretaria de Saúde promoveu uma vivência com as trabalhadoras da gestão, assistência, representantes do controle sociais e convidadas no espaço da SMS, buscando um momento de reflexão sobre o que é ser mulher no contexto do SUS São Cristóvão. O encontro foi realizado a partir da perspectiva da interseccionalidade em um espaço de troca de experiências e do cuidado de si, e contou com dinâmicas e uma discussão sobre a pluralidade do que representa ser mulher.  

 

 

Vivência com Priscila Lírio, apoiadora institucional e Juliana Silveira, Referência Técnica em Saúde da Mulher

 

 

A vivência contou ainda com o relato de experiências e desafios do que é ser mulher negra, mulher LGBTQIA+, mulher mãe solo, mulher trabalhadora do SUS, entre tantas outras. "O objetivo da vivência foi proporcionar as mulheres trabalhadoras do SUS São Cristóvão um espaço de encontro, troca e discussão sobre o tema "O que é ser mulher trabalhadora do SUS e suas interseccionalidades, em meio a pandemia mundial do COVID-19", afirmou Priscila Lírio, apoiadora institucional.

 

 

 

 

''Trazer as mulheres da gestão da Saúde da SMS para um momento de discussão do que é ser mulher na perspectiva das intersecionalidades teve por objetivo fomentar a reflexão da luta pela desigualdade de gênero, enfretamento da sociedade patriarcal e o maior objetivo que é o fortalecimento do coletivo de mulheres'', explicou Juliana Silveira, Referência Técnica em Saúde da Mulher.

 

 

Raissa Oliveira, funcionária da prefeitura

 

 

“Foi maravilhoso participar da roda de conversa, ouvir ser ouvida, e além do mais compartilhar um pouco do que nós mulheres, eu no caso enquanto uma mulher trans negra, poder ter esse acolhimento e debater de igual para igual, ser compreendida. Infelizmente são coisas rotineiras  muitas das coisas que sofremos no dia a dia, por isso é importante ter esse embate para que possamos ter daqui pra frente mais igualdade de gênero, respeito e refletirmos sobre nossas conquistas”, afirmou Raissa oliveira, funcionária da prefeitura.

 

 

Fotos: Dani Santos