Conselho Municipal de Saúde e SMS de São Cristóvão realizarão I Conferência Municipal de Saúde Mental

13/05/2022 - 17:08 Atualizado há 14 horas



 

Será realizada na próxima quarta-feira (18) a I Conferência Municipal de Saúde Mental de São Cristóvão, que acontecerá das 8h às 17h no Centro de Vivência da UFS. O evento é promovido pelo Conselho Municipal de Saúde junto à secretaria municipal de saúde de São Cristóvão e terá como tema “A política de Saúde Mental como Direito: pela defesa do cuidado em liberdade, rumo aos avanços e garantia dos serviços da atenção psicossocial no SUS”.

 

 

A Conferência contará com 4 eixos temáticos em sua programação:

 

  • EIXO I: Cuidado em liberdade como Garantia de Direito à Cidadania
  • EIXO II: Gestão, financiamento, formação e participação social na garantia de serviços de saúde mental
  • EIXO III: Política de saúde mental e os princípios do SUS: universidade, integralidade e equidade
  • EIXO IV: Impactos na saúde mental da população e os desafios para o cuidado psicossocial durante e pós pandemia

 

 

 

Tema da Conferência

 

 

“É fundamental a participação e mobilização da população neste momento de (re)existência da política de saúde mental em meio a tantos retrocessos das políticas públicas. O objetivo desta I Conferência Municipal de Saúde Mental é propiciar o fortalecimento e a garantira dos cuidados em saúde mental através da participação cidadã”, pontuou Stefanie Vieira, Coordenadora da Rede de Atenção Psicossocial de São Cristóvão.

 

 

Formulário on line de propostas

 

Além do evento presencial, está sendo disponibilizado um Formulário on line que tem por objetivo reunir propostas para o fortalecimento da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) do município e garantir a participação e o controle social no SUS.

 

O Formulário está disponível no link https://bit.ly/3l4kuaZ de 13 a 16 de maio.

 

 

Para Gilvânia Souza, Presidente do Conselho Municipal de Saúde, a finalidade da Conferência é também ouvir as demandas dos usuários da política de saúde garantindo direitos e o acesso à política pública de qualidade. “Sabemos que no momento atual, no pós pandemia, há um aumento assustador de problemáticas de saúde mental em jovens, adolescentes, adultos e idosos que apresentam depressão, automutilação e tentativas de suicídio, questões muito preocupantes”, afirma ela.

 

“A conferência é um espaço de controle social, onde teremos direito à voz, voto e um lugar para propor políticas públicas e discutir investimentos para os equipamentos públicos de saúde para que haja sempre um melhor atendimento. É também um espaço de enfretamento aos retrocessos desse desgoverno. Manicômio nunca mais”, conclui Gilvânia.

 

Podem participar da Conferência os profissionais de saúde, educação, assistência, estudantes, gestores de saúde, usuários do SUS e população em geral interessada na discussão de propostas e políticas públicas voltadas à Rede de Atenção Psicossocial no Sistema Único de Saúde (SUS).

 

 

 Inscrições

 

As inscrições da Conferência serão feitas no dia do evento, no Centro de Vivência da UFS a partir das 8h.