Caravana do Desenvolvimento: Praça de Rita Cacete, espaço de encontros e memórias em processo de revitalização

25/02/2022 - 18:45 Atualizado há 14 horas



Praça Josefina Ribeiro Corrêa, este é o nome do local que tanto fez história no povoado Rita Cacete, um dos pontos de maior fluxo de visitantes, que já experimentou o abandono e hoje está transitando para o seu melhor momento. A praça, que fica no coração do povoado, está em obra e mesmo em processo de finalização, já enche as vistas dos que vivem no local e daqueles  que a conhecem a mais tempo. Com um investimento de mais de R$600 mil, com recursos próprios da Prefeitura, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) não poupa esforços quando o propósito é dar qualidade de vida e fortalecer a cidadania dos munícipes.

 

Com a Capela de Nossa Senhora de Lourdes ao fundo, o complexo da praça é o cenário perfeito para a socialização e o lazer dos moradores, independente da idade. O projeto inclui academia ao ar livre; parque infantil; iluminação com luminárias de LED; quiosque comercial, rampas de acessibilidade, para que idosos e pessoas com deficiência desfrutem do espaço com mais autonomia e segurança; além de bancos; paisagismo, com a presença de árvores antigas que foram mantidas com o objetivo de preservar o meio-ambiente e garantir o bem-estar da população. 

 

Obra de revitalização em fase de acabamento

 

Com um design diferente do anterior, o espaço da praça, que conta com uma área de 2.559,95 m², terá ao centro uma imponente estrutura pergolada sobre a imagem de uma Rosa dos Ventos, que está semi-pronta e servirá para diversas atividades, como a prática de exercícios físicos, eventos, feiras-livres, dentre outras. Ou seja, um ambiente oportuno para a geração de trabalho e renda.

 

Quiosque comercial e área de lazer

 

Sobre o andamento da obra, o secretário da Seminfra, Júlio do Nascimento Júlio, informa que ela está em processo de finalização. “Já conseguimos concluir uma etapa importante, que era uma etapa mais complexa da estrutura de concreto, a pérgola central,  cujo circular demandou um pouco mais de trabalho. Avançamos para a parte de acabamento, principalmente na parte dos pisos. Uma variedade de tipos de pisos estão sendo aplicados: pisos intertravados, pisos drenantes e pisos de concreto colorido. Ver que chegamos a essa parte final, dos detalhes e acabamento, é satisfatório”. 

 

Assim como em todas as obras realizadas, o secretário não esconde a felicidade de atuar em uma gestão que se preocupa em resolver as necessidades do povo sancristovense, principalmente daqueles que há tanto aguardam por melhorias em suas comunidades. “Ali será um grande ponto de encontro, até pela quantidade de bancos instalados, que já somam em mais de 20. Talvez seja a praça com mais concentração de bancos por metro quadrado. Um local que foi pensado para todas as idades e vai atender os anseios da população”, afirma. 

 

Trecho da praça de Rita Cacete, que mostra alguns dos mais de 20 bancos e árvores preservadas



Moradores satisfeitos e esperançosos falam sobre o projeto

 

 

Para os moradores esta obra representa um misto de sentimentos, que envolvem felicidade e esperança, pois se trata de uma estrutura que traz oportunidades, como relata a moradora Iraildes dos Santos, artesã, que vive no local há quase 30 anos. “Eu já acompanhei várias fases dessa praça. Já alcancei ela bonita, feia, abandonada, mas nunca do jeito que está hoje, linda. Eu sou artesã e tive influência das feiras de artesanato que existiam aqui, também já pulei muito carnaval, dancei quadrilha. Era triste ver a praça desfigurada, trazendo tanta insegurança. Agora eu quero as feirinhas de volta pra eu vender as minhas bonecas”, disse.

 

Iraildes dos Santos, artesã

 

Aidee Alves Gomes, aposentada, é um nome conhecido no povoado Rita Cacete, porque além de morar no local há mais de 70 anos, ela foi homenageada quando deram o seu nome à Escola Municipal de Ensino Fundamental Tia Aidee. A professora compartilha do mesmo sentimento de dona Iraildes: nostalgia e boas expectativas com as novas conquistas realizadas pela gestão municipal.

 

“Aqui eu me criei, estudei e tinha a praça como a maior atração desde a minha infância. Existia muita vida, muito movimento, com parques, circos, feiras, inclusive tinha até  um galpão que servia como um mercado. Mas não havia uma estrutura, nem bancos, era apenas o espaço aberto. Hoje eu vejo essa estrutura linda que já tomou forma e fico feliz, por mim que pude alcançar e ainda vou desfrutar, mas também pelos meus netos e todos os conhecidos da cidade, que tenho como filhos”, destaca a professora. 

 

Aidee Alves Gomes, moradora do povoado Rita Cacete há mais de 70 anos

 

Gabriel Cruz, professor, representa uma nova geração, mora em Rita Cacete desde que nasceu, há 29 anos e também carrega lembranças desta praça, que logo estará pronta. “Conheci a praça antiga e confesso que de bom só existiam as árvores, agora é um complexo de beleza natural e estética também. O poder público tem mostrado interesse em melhorar a qualidade de vida da população. A comunidade cresceu e merece essa praça nova. E o principal, o progresso está chegando e sem agredir o meio ambiente. Minha expectativa é de que mais gente conheça a praça e que a preservem limpa e conservada, porque é patrimônio nosso”, enfatiza. 

 

Gabriel Cruz, professor

 

 

Iluminação de LED

 

Acabamento da Imagem da Rosa dos Ventos

 

Espaço reservado para os equipamentos do parque infantil

 

Espaço reservado à academia ao saúde

 

Fotos: Heitor Xavier e Dani Santos