Alfabetizar pra Valer: Semed realiza entrega de livros didáticos para alunos do município

28/05/2021 - 15:24 Atualizado há 1 dia



A Secretaria Municipal de Educação (Semed) está realizando nesta semana a distribuição dos livros didáticos que integram o Programa Alfabetizar pra Valer (PAPV), do Governo do Estado de Sergipe. Os materiais são destinados a todos os estudantes e professores de 1º e 2º ano do Ensino Fundamental.

 

Os itens distribuídos compreendem cadernos bimestrais de atividades e livro de leitura para os estudantes, além de cartazes para apoio às situações didáticas. Já os professores terão ao seu alcance duas ferramentas importantes para o planejamento das aulas e acompanhamento dos estudantes: a Proposta Didática para Alfabetizar Letrando e o Caderno de Registro.

 

 

"Esse é um projeto da Seduc, desenvolvido dentro do regime de parceria com os municípios sergipanos. É um material muito bom, destinado a assegurar a alfabetização dos alunos e tem todo um sistema de acompanhamento. Há coordenadores externos fazendo o mapeamento dos alunos, formação dos professores que irão trabalhar com o material, ou seja, toda estrutura para formação dos docentes e um acompanhamento pela escola e pela Semed", explicou a secretária municipal de Educação de São Cristóvão, Quitéria de Barros.

 

Quitéria de Barros, Secretária de Educação

 

Segundo a secretária, o material entregue poderá fazer uma enorme diferença no ensino dos alunos nesse momento de pandemia. "É um material quase que autoinstrucional, de fácil compreensão e a gente espera que possa efetivamente atender essas crianças. São subsídios importantes principalmente para aquelas crianças que não tem acesso à internet, ou ainda que tenham, possuem dificuldade de estudar no ambiente virtual", apontou Quitéria.

 

Uma das escolas do município que recebeu os livros foi a EMEF Maria Oliveira Santos, no bairro Madre Paulina. A diretora da instituição, Jeanne Marquise Santos, acredita que o conteúdo dos livros será importante para apoiar os docentes e alunos. "Todo material didático é sempre bem-vindo, tanto nas aulas presenciais quanto nas remotas. Os livros trazem figuras e animações que favorecem o aprendizado da criança. Ao sentir o livro, o aluno viaja no mundo da imaginação, e isso contribui muito já que o objetivo é trabalhar a escrita e a leitura", afirmou a diretora.

 

 

Com conteúdos e objetivos didáticos alinhados a cada fase do processo de alfabetização, o material do Alfabetizar pra Valer será utilizado de maneira complementar ao livro de Língua Portuguesa fornecido pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e todo o material já utilizado em sala de aula, colaborando, assim, para a execução do objetivo de alfabetizar as crianças até os sete anos de idade.

 

A professora Suzimara Oliveira reconhece que "esse é um material muito bom que vai completar nossas aulas nesse processo de alfabetização, e que está adequado ao nível em que o aluno se encontra", declarou.