Alfabetização é tema de formação continuada promovida pela Semed

19/04/2022 - 16:57 Atualizado há 1 dia



Na manhã desta terça-feira (19), a Secretaria Municipal da Educação (Semed) realizou mais uma formação continuada com professores da rede. Com o foco na alfabetização dos alunos, o encontro com os educadores ocorreu presencialmente na Casa dos Conselhos Municipais (Antigo Balão Mágico).

 

 

 

 

Segundo a coordenadora pedagógica da Semed, o encontro faz parte do ciclo de formações do programa Educa Mais São Cristóvão, que trabalha numa tríade composta por: formação, material estruturado e avaliação. “É um material somente para língua portuguesa e matemática e estamos trabalhando com os alunos que estão chegando dessa pandemia na rede municipal. O nosso objetivo esse ano é nos empenharmos para que o nosso estudante consiga aprender a ler e a escrever”, comentou.

 

Deise Barroso, coordenadora pedagógica da Semed

 

O encontro atual possui a finalidade de formar e trabalhar com professores para alcançar esse objetivo. Nisso, também está integrado o programa Alfabetizar pra Valer, que segundo a coordenadora municipal do programa, Joselita Fortunato, é uma ação pactuada entre o Estado de Sergipe e os municípios para que os alunos sejam alfabetizados até o 2º ano do ensino fundamental menor. “Com esse programa, estamos capacitando os professores com formações para que eles sejam alinhados às normas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) que estamos seguindo com o currículo de Sergipe”, explicou.

 

Ainda de acordo com a coordenadora, “esse programa é importante, pois proporciona uma nova visão de aprendizagem para os alunos, além de possibilitar a facilitação do desenvolvimento das aulas que são efetivadas pelos professores. O aluno hoje é um ser protagonista”, finalizou Joselita.

 

Joselita Fortunato, coordenadora municipal do programa Alfabetizar pra Valer

 

Suporte educacional

 

Na opinião da professora do 1º ano da EMEF João Francisco de Andrade, Dagmar Cerqueira, os encontros de formação são eficientes e permitem alcançar crianças, pais e até mesmo outros profissionais que estão ao redor. “São colocados desafios em nós, mas com todo esse suporte que a rede municipal nos dá, proporcionando momentos como esses, estimulam nosso papel enquanto professores” complementou.

 

Dagmar Cerqueira, professora

 

Já para a professora do 3º ano da EMEF Josinalva Santos da Silva, Almecir Barros Gomes, ter esses encontros como esses são importantes para agregar os conteúdos de forma leve e lúdica nas salas de aula. “Nós temos que fazer a partir da base para que eles sintam a importância daquilo não só no momento do conteúdo e assuntos sugeridos, mas que servindo posteriormente a eles, não apenas na parte infantil, mas também adulta”, concluiu.

 

Alcemir Barros, professora

 

A segunda etapa da formação continuada seguirá no turno da tarde e na quarta-feira (20).

 

Fotos: Dani Santos