Ação de educação ambiental é realizada com alunos da rede municipal de São Cristóvão

05/03/2022 - 00:49 Atualizado há 1 dia



A Prefeitura de São Cristóvão, através da Secretaria de Meio Ambiente Agricultura e Pesca (Semap), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou uma ação de educação ambiental com alunos da Emef Pedro Amado, na Praça e Academia da Saúde Gabriel de Souza Filho. A atividade faz parte dos diversos projetos apresentados pela Semap, dentre eles o projeto Cidade Verde, que tem o objetivo de fomentar a preservação dos recursos naturais por meio do plantio de mudas e da coleta seletiva dos resíduos.

 

Além dos profissionais da Semap, que conduziram a ação, estiveram presentes o superintendente do Consórcio Público de Saneamento Básico Grande Aracaju, Evaldino Calazans, o coordenador de educação ambiental e sustentabilidade da faculdade e colégio Amadeus, José Bezerra Neto, além das professoras e pessoas da comunidade.

 

Todos os envolvidos no programa Cidade Mãe Sustentável e os alunos da Emef Pedro Amado

 

Na ocasião foi realizado o plantio de 25 mudas, feito pelos alunos sob orientação dos profissionais da área, além de dinâmicas educativas, com o intuito de preparar as futuras gerações para uma atuação mais consciente, pautada nos valores sustentáveis. O secretário da Semap, Edmilson Brito, considera esse modelo de ação oportuno para desenvolver nas crianças o senso de responsabilidade com o que está no entorno da comunidade, sobretudo a natureza.

 

Edmilson Brito, secretário da Semap

 

“Essa ação está dentro do nosso projeto de educação ambiental, que está inserido no programa Cidade Mãe Sustentável, que visa dar a São Cristóvão mais qualidade de vida através da preservação ambiental, porém com a participação da comunidade. Nesse sentido os alunos são fundamentais porque são o futuro, por isso estamos aqui fazendo o plantio de árvores e trabalhando essa conscientização, para agregar forças e deixar a cidade mais bonita, mais limpa e mais sustentável”, enfatizou o secretário.

 

Alunos da Emef Pedro Amado em ação da Semap

 

Paulo Sérgio Melo dos Santos, coordenador de educação ambiental da Semap, fez questão de destacar que a ação é tão importante quanto o monitoramento da área após a realização do plantio, isso para manter o propósito da atividade, que é o de oferecer qualidade e conforto para os moradores. “Para além do plantio, proporcionamos aos alunos um dia diferente, com a realização de dinâmicas junto aos parceiros. Após essa ação nós vamos monitorar essa área para mantermos o conforto para esta comunidade, que no dia a dia já têm demonstrado ter cuidado com a área, regando as plantas, jogando o lixo nas lixeiras e agora terão contato com plantas nativas, a partir deste encontro”.  

 

Paulo Sérgio Melo dos Santos, coordenador de educação ambiental da Semap

 

Parceria envolvida e entusiasmada com os propósitos das ações ambientais do município

 

Um dos parceiros da Gestão ambiental de São Cristóvão, Evaldino Calazans, salienta a importância envolver os pais nas dinâmicas, para que o conceito de sustentabilidade seja compreendido pelos adultos e aplicado desde às próprias casas. “Uma oficina de reciclagem com a presença dos pais é fundamental para que consigam orientar os filhos no descarte de resíduos em sua moradia.  Pretendemos ampliar as ações para fortalecer a prática e assim reduzir a quantidade de lixo que vão para o aterro sanitário. É importante que estendamos essa responsabilidade a cada um de nós, pois não é uma responsabilidade apenas do poder público”, pontuou.

 

Evaldino Calazans, superintendente do Consórcio Público de Saneamento Básico Grande Aracaju

 

Para José Bezerra Neto, essa parceria com a Semap sempre traz oportunidades de implementar mudanças na população. “Eu fico muito entusiasmado quando vejo um município promovendo tantos eventos voltados para esta temática, que é tão relevante para o planeta. Quando realizamos uma oficina e explicamos sobre a importância de separar o lixo orgânico e o inorgânico desde casa, é gratificante quando há compreensão associada à prática. Muitos dos resíduos que são recicláveis, perdem-se quando misturados e isso impacta não só no ar que respiramos, com a incidência de mais doenças, mas também na economia”, explicou.

 

José Bezerra Neto, coordenador de educação ambiental e sustentabilidade da faculdade e colégio Amadeus

 

Professora e moradores reforçam a importância da educação ambiental

 

Para a professora Ieda Cristina de Santana Santos, os alunos vão crescer tendo a consciência de que os cuidados com o meio ambiente devem partir de nós. “Já transmitimos esse conhecimento na escola, mas a atuação da prefeitura reforça o aprendizado e faz com que eles vejam na prática como agir da maneia correta. Aqui é um espaço que eles utilizam junto com a família, seja para brincar ou fazer atividade física, então no mínimo é fundamental que saibam que devem jogar o lixo no lugar certo e que deve preservar este espaço que é de todos”.

 

Ieda Cristina de Santana Santos, professora

 

Lucimar da Silva Souza, moradora da região, diz com orgulho que zela pelos espaços públicos e naturais do seu entorno. “Já temos um zelo pelo espaço, cuidamos daqui como se fosse a nossa casa, porque sabemos da importância desses espaços públicos para a comunidade. Este é o exemplo que damos para essa nova geração. Por isso a gestão está de parabéns, por mostrar na prática que essa responsabilidade também é nossa, que os cuidados com o meio ambiente estão sob a nossa responsabilidade. Eu acredito em um futuro melhor a partir de ações como esta”, disse.

 

Lucimar da Silva Souza, moradora da região

 

Fotos: Dani Santos